#184 por manoel.thiago
22 Set 2015, 12:23
Por que fazer um concurso público?

Imagem

Inflação descontrolada, Dollar batendo os R$ 4,00, país em recessão, aumento desenfreado do desemprego, pouca valorização profissional e salarial frente a altas qualificações... preciso continuar? O Brasil encontra-se afundado em um buraco criado por nós mesmos e que, pela falta de rumo do governo, não sabemos como sair dele. Sim, eu uso o plural: nós. Afinal, a “presidenta”, foi eleita majoritariamente por nós, não me importa se eu votei nela ou não, se você votou nela ou não, o resultado das urnas foi um só: Dilma; “nós” somos responsáveis por esse buraco.

Você deve estar se perguntando, ok, mas o que isso tem a ver com fazer ou não um concurso público? Eu explico. Votar na Dilma, no PT, significa entre muitas outras coisas fazer a manutenção de um sistema que nos governa desde 2002. Na prática isso significa fazer a manutenção do que os economistas gostam de chamar “Estado Forte”, “Estado Aparelhado”. Um desavisado pode não saber o que isso significa, mas tudo bem, aqui ele vai entender. O governo do PT tem uma visão ideológica de governo que entende que o Estado deva ser forte, intervir na economia, agricultura, nos governos estaduais, municipais... isso significa os nossos muitos ministérios, a expansão dos quadros de funcionários das agências reguladoras, das estatais.

Desde 2002 “nós” acreditamos que a melhor forma do Estado cumprir o seu papel de “provedor” de democracia social implica diretamente na ampliação do seu quadro funcional, na expansão de ministérios, secretarias, superintendências, gerências regionais... isso na maior parte dos órgãos e por fim na criação de mais e mais órgãos. O Estado Petista parece com um câncer, não para de crescer, de se espalhar. Isso é um problema? Seria precipitado dizer que sim, afinal se todos sentissem um retorno direto de seus impostos com a prestação de qualidade dos serviços, que são deveres do Estado constitucionalmente garantidos, por que reclamar? Não faria o menor sentido, a final em “time que se ganha, não se mexe”, quanto a isso o brasileiro sabe bem.

O problema meu amigo, é que esse time está tomando uma lavada de 7x1, e enquanto muitos pensam que não pode ficar pior, acredite: sempre pode ficar pior. Diante desse quadro, sobre o qual não se enxerga no horizonte melhoras, mudanças de rumo, a grande questão que fica, para mim, para você e para todos nós: O que eu faço?
Parafraseando o nosso querido O Rappa: “...eu quero estar bem longe quando o rodo passar...”. Pois é, eu, você e todo mundo. Infelizmente a iniciativa privada no brasil, a indústria, o pequeno negócio... são boicotados por uma altíssima carga tributária, uma alta taxa de juros, um câmbio que joga contra... não resta outra alternativa: vamos todos dançar conforme a música.

Como bem já foi exposto acima, “em terra de cego quem tem olho é rei”, em tempos de crise e essa que se aproxima pelo que vejo nas análises veio para ficar, vai ser longuíssima, quem tem um emprego fixo, um salário razoável e estabilidade se defende, quem não tem... e eu só conheço uma alternativa para isso: Concurso Público.

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante